CONTATO
marketing@empreenderjr.com
Telefone: (14) 3404-4200
Ramal: 4230
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Segunda à sexta
08hrs às 18hrs
 
ONDE ESTAMOS
Av. Domingos da Costa Lopes, 780
Unesp - Câmpus de Tupã
Tupã - SP, 17602-496
EMPREENDER JR.
Quem somos
Blog
Portfólio
  • empreender_jr
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social

© 2019 por Diretoria de Marketing - Empreender Jr.

Consultoria em Gestão e Agronegócio

  • Empreender Jr.

Duas opções para você tratar da melhor forma seus resíduos!


Tendo em vista que atualmente grande parte da população não está devidamente consciente sobre a atual situação do nosso planeta, é necessário demonstrar a importância e os benefícios de se preocupar com este problema. Lendo este artigo você vai encontrar duas grandes opções para tratar seus resíduos, sendo elas de baixo ou zero custo!

O que é Gerenciamento de Resíduos?

Em diversas cidades, grande parte das pessoas acreditam que o caminho mais viável para o descarte de resíduos sejam os lixões, e como já foi dito sobre a importância de se preocupar com a situação do nosso planeta, é necessário que você entenda o que é resíduo solido.

Gerenciamento de Resíduos é o nome dado ao conjunto de ações realizadas nas etapas de coleta, transporte, transbordo, tratamento, destinação final e disposição final ambientalmente adequada para os resíduos. E para esclarecer o que é um resíduo, é tudo que é tratado como lixo, qualquer matéria solida que é descartada como embalagens, produtos eletroeletrônicos, galhos, folhas de árvores, entre muitos outros itens. Lembrando também que não são somente resíduos sólidos, podem ser também orgânicos: resíduos biológicos, químicos, hospitalares entre outros que estão inclusos.

Como podemos encontrar soluções viáveis para este problema ?

O primeiro passo para uma grande mudança é o esclarecimento do que deve-se trabalhar, utilizando do princípio do que é “Redução, Reutilização e Reciclagem”.

Partindo deste princípio, pode-se usar como exemplo duas metodologias eficientes, a Composteira e o Biodigestor. A sustentabilidade é caracterizada pelo seu tripé que considera seus aspectos sociais, econômicos e ambientais. Mas o que são, como funcionam e os resultados realmente são efetivos?

De todos os lixos que são produzidos por nós, grande parte são resíduos orgânicos, como cascas e restos de alimentos. Esses materiais, quando não possuem uma destinação correta, são descartados em aterros sanitários, gerando mal cheiro, atraindo animais causadores de doenças e produzindo o chorume, que é o resultado da decomposição dos alimentos e que ao atingir os lençóis freáticos contaminam a água, que não é o que queremos!

Certo, agora que sabemos desse problema, o que vamos fazer ?

Agora que sabemos o que é resíduos e quais são os problemas referente a sua má gestão, precisamos também encontrar as possíveis soluções, logo, vamos começar pela Composteira!

Uma Composteira pode ser tanto domiciliar (Em formato reduzido que cabe em casa) quando uma leira de compostagem (Que é grande, geralmente feita em buracos no solo), ambas são lugares onde o material orgânico vai se decompor, o chorume vai ser coletado para que não atinja os lençóis freáticos e o resultado vai ser um excelente adubo para você utilizar em sua horta, ou para outros fins.

Ela é formada por três etapas, descrevendo as etapas de cima para baixo, são elas:

1°Etapa: Esta etapa é onde o lixo orgânico é depositado, neste processo é necessário colocar a matéria orgânica e acima da mesma, um material seco, geralmente utiliza-se a maravalha (Raspas de madeira), e quando a mesma fica cheia, entra em processo de repouso para a próxima fase.

2°Etapa: A segunda etapa é a conclusão do ciclo iniciado na etapa acima, pois após um tempo em processo de decomposição, esse material solta o chorume ( dando inicio a última etapa), que é armazenado, e indica a produção do adubo.

3°Etapa: Nessa ultima etapa é onde fica armazenado o chorume, lembrado que para acelerar o processo de decomposição, você pode usar um pouco do chorume misturado com água para irrigar a primeira etapa.

Agora que falamos um pouco da Composteira, falaremos sobre outra possível solução, o biodigestor. O biodigestor é um equipamento simples que possibilita o reaproveitamento de detritos para gerar gás e adubo, também chamados de biogás e biofertilizantes. O biodigestor geralmente é alimentado com restos de alimentos e fezes de animais, acrescidos de água.

A decomposição acontece através das bactérias anaeróbicas, no decorrer do processo, o material orgânico é convertido em gás metano, que se pode utilizar como combustível em fogões ou atuar como geradores de energia elétrica. Temos como exemplo a utilização de fezes animais, o gás gerado pode ser utilizado como fonte de calor, e os resíduos sólidos que sobram no biodigestor também podem ser utilizados como fertilizante.

Como funciona um biodigestor?

Geralmente um biodigestor é formado por um coletor de biomassa, utilizando um tanque para fazer a fermentação e o armazenamento, após dessa preparação o material do mesmo segue diretamente para o fermentador, onde tem como função acelerar o processo de biodigestão, dando condições ideias para a ação das bactérias responsáveis pelo processo.

Dentro de 40 dias no processo de fermentação, temos como produtos finais o biogás e os biofertilizantes . O Biogás, pode ser utilizado como energia térmica ou elétrica e os biofertilizantes, ricos em minerais com baixa carga orgânica, são ótimos para o uso na agricultura.

Agora que você esta por dentro do assunto, que tal começar a implementar essas soluções em seu dia a dia também?

Ficou interessado? Gostou do artigo?

Assine a nossa newsletter para receber ainda mais conteúdos como esse e se quiser construir uma Composteira ou um Biodigestor, entre em contato conosco!!

#Resíduos #SistemadeGerenciamento #Sustentabilidade

29 visualizações